PUBLICAÇÕES

NEWS

Bancos e carteiras digitais tiveram 22,5 milhões de downloads em janeiro

Os bancos e carteiras digitais tiveram 22,488 milhões de downloads no Brasil em janeiro, segundo uma pesquisa do Bank of America, que acompanha dados da Apple Store e Google Play. Trata-se de uma queda de 4,2% em relação a dezembro, mas ainda assim uma alta de 8,6% na comparação com a média mensal do ano passado.

Os aplicativos mais baixados foram Nubank (3,167 milhões), Bitz (1,953 milhão), PicPay (1,912 milhão), C6 Bank (1,648 milhão) e PagBank (1,488 milhão).

Entre os bancos tradicionais, os downloads somaram 7,970 milhões em janeiro, com alta mensal de 16,9%. A pesquisa do BofA separa os downloads da Caixa (1,578 milhão) dos da Caixa Tem (1,993 milhão). Na sequência aparecem Santander Brasil (1,150 milhão), Itaú Unibanco (1,125 milhão), Banco do Brasil (1,116 milhão) e Bradesco (1,008 milhão).

O BofA aponta que os números do Caixa Tem provavelmente são explicados pela distribuição do Auxílio Brasil e do novo programa de microcrédito da Caixa.

Em termos de plataformas de investimento, foram 1,911 milhão de downloads em janeiro, com alta mensal de 4,6%. As primeiras do ranking foram BTG Digital (423 mil), Nu Invest (343 mil), Rico (294 mil), XP (198 mil) e BTG+ (179 mil).

Considerando usuários ativos mensais, os maiores bancos e carteiras digitais do Brasil atualmente são Nubank (40,405 milhões); AME Digital, das Lojas Americanas (17,335 milhões); Banco Pan (16,369 milhões); Mercado Pago (15,347 milhões); PicPay (11,232 milhões); PagBank (10,764 milhões); e iti, do Itaú (10,096 milhões).

Entre os bancos tradicionais, estão: Caixa Tem (42,214 milhões), Itaú (15,116 milhões), Bradesco (12,102 milhões), Santander (10,788 milhões), Banco do Brasil (10,275 milhões) e Caixa (3,044 milhões).

E em plataformas de investimento: Modalmais (2,683 milhões), BTG Digital (2,662 milhões), Nu Invest (2,341 milhões), Rico (1,679 milhão) e XP (1,462 milhão).

BY ALEXSANDER QUEIROZ SILVA
Fonte: Valor Investe

Voltar