PUBLICAÇÕES

NEWS

Estudo da CVM propõe melhorias para transferência de ativos entre corretoras

Um estudo realizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) propõe aprimoramentos na regulação para que a transferência de investimentos entre corretoras no Brasil seja facilitada. Para isso, a autarquia promoveu conversas com participantes do mercado e uma pesquisa com investidores. O levantamento pretende embasar os próximos passos da CVM, já que o assunto faz parte da agenda regulatória de 2022 e deve ser alvo de uma consulta pública.

A iniciativa foi conduzida pela Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA) da autarquia. A área apresentou propostas que agregam soluções para facilitar a digitalização e a automatização das transferências de ativos. No entendimento da CVM, para os investidores haverá mais facilidade e menos tempo gasto na solicitação da transferência, além de facilitar o acompanhamento da solicitação. E para as corretoras, a automatização dos processos deve reduzir os custos de controles administrativos para realização das transferências, por exemplo.

Para o estudo, a ASA teve conversas com a B3 e com corretoras para discutir o tema. Também fez uma pesquisa com investidores, que indicou que ainda há dificuldades para realizar transferências de custódia, e que melhorias são necessárias para tornar o procedimento mais simples.

BY ALEXSANDER QUEIROZ SILVA
Fonte: Valor Investe
Voltar